sábado, 31 de dezembro de 2011

Feliz Ano Novo!!!


De coração, desejo que o ano de 2012 seja fantástico. 

Cheiinho de benção, de coisas boas, de novidades de vida. De alegrias, sorrisos sinceros, amigos verdadeiros, superação das nossas limitações e problemas. E que Deus nos ajude nessa caminhada, pois não há ninguem melhor que Ele pra dar a direção aos nossos passos.

Felicidades, saúde, amor, paciência, sucesso, resignação e algum dinheiro no bolso. Acho que dá pra rolar um ano novinho e bem interessante, ne?

Um grande abraço, nos vemos no ano que vem!!!

Adeus 2011!!! Obrigada por tudo!!!
Feliz 2012!!!

 
Beijos,
Bia, Edu e Victor Mello

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Blogagem Coletiva: Ser gentil vale a pena!

Amei quando a amiga Rogéria Thompson do Blog Um espaço pra chamar de Meu lançou esse tema para a Blogagem Coletiva de finalzinho de ano: Ser gentil vale a pena!

Não sei se ando chorosa por causa das festas e reflexões de últimos dias do ano, mas o fato é que gentilezas sempre me tocam, me emocionam.
Como se fosse possível por alguns momentos esquecer as maldades, a violência, a falta de respeito, a fome, as doenças, as necessidades desse mundo cheio de tribulações e dessemos uma "folga", um momento pra vida respirar e se encher de esperança. Sim, a gentileza nos faz isso. Nos renova e nos proporciona esperança, uma expectativa de que coisas boas ainda mudam várias situações.

Não quero ser injusta com ninguém, mas pra não ficar um post enorme, vou citar rapidamente algumas gentilezas que presenciei e que mudaram, de certa forma, a minha vida neste ano de 2011:

Uma delas foi a gentileza de um casal de amigos que, preocupados com a situação da minha mãe, que precisava urgentemente de uma reposição da prótese do joelho (e o plano de saúde dela não resolvia nunca) resolveram levar o assunto ao medico chefe de equipe do posto de saúde onde o marido da Elaine trabalhava. E o resto foi com Deus. A partir daquela conversa o medico marcou uma consulta pra ver minha mãe, encaminhou para um novo hospital e graças a Deus ela já está operada, recuperando-se. Elaine e Paulo, não temos palavras para agradecê-los. 

Outras pessoas têm sido muito gentis ainda nessa situação da minha mãe:
Marquinhos e Priscila, que com todo amor sempre a levaram e buscaram na Igreja, todos os domingos, desde que ela parou de dirigir por causa do joelhos. Obrigada, queridos, vocês são filhos pra ela, irmãos pra mim.

Carlos, o Cacau que a tem acompanhado com tanto carinho às consultas, à fisioterapia. Encarar o transito de São Paulo para fazer esta gentileza, só Deus mesmo pode lhe compensar, querido. Obrigada.

Claudia, minha prima que "tomou" o meu lugar nas obrigações com a minha mãe, que tem suprido as necessidades dela em todos os momentos, fazendo o papel de filha que a distância me impede de fazer. Nega, não tenho como te agradecer com palavras ou com compensações materiais. Mas saiba que você sempre estará nas minha orações e no meu coração. Obrigada, te amo.

Aos meus irmãos, que tem cuidado dela com tanto amor e trazendo alegria já que ela não pode sair muito de casa.

Este ano muitas coisas boas aconteceram e muitas amizades surgiram. A alegria de encontrar pessoalmente algumas amigas da blogosfera, no Rio de Janeiro foi maravilhoso. Gentis e sinceras ao largarem seus afazerem e atravessarem a cidade(que eu não conheço muito) para nos encontrar em Copacabana, onde estávamos hospedados. Obrigadas meninas, adoramos encontra-las!

A todas as amigas virtuais, que tem sido super companheiras em várias situações. Morando num país diferente, estas amigas muitas vezes preenchem um espaço vazio na minha vida e fazem com que as experiências sejam trocadas de maneira gentil e amorosa. Um pouco de amor de mãe que resta nas pontas dos dedos de quem digita alguma gentileza nos faz ganhar o dia. Obrigada, mulherada.

Agora algo que aconteceu ontem, que fez meus olhos encherem de lágrimas: Recebemos pelo correio uma caixa de uma amiga que conheci aqui na internet, a Marcia mamãe do Gabriel, do Blog Ser mãe na América 
Ao abrir, a surpresa: Um pão lindo, cheirosíssimo, recheado de frutas, com a cara e o carinho de um abraço de amigo, de família, de Natal, de Ano Novo. Marcinha, obrigada. O pão tava maravilhoso, mas a sua gentileza foi ainda mais doce.

Por isso, quero aprender a cada dia com cada uma dessas pessoas e com tantas outras que nos presenteiam com sua gentileza diariamente. 

Um coração cheio de alegria e de amor pode transformar um dia, uma pessoa, uma vida com sua gentileza. Que eu possa aprender mais de Deus. Aprender a ser gentil e a valorizar cada ato desse, pois é um presente.
Feliz 2012 a todos,
Bjs,
Bia Mello

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

A música do banho


Sempre fomos amantes de música, Edu e eu.
Desde a gravidez cantávamos pro Victor, colocava fones de ouvido na barriga pra ele ir apreciando algumas canções.

Desde que ele nasceu canto pro meu filho, em todos os momentos e já percebemos o interesse dele pela música, pelos ritmos, o sorriso aberto que ele dá quando ouve de repente alguma música que ele já conhece.

Mas meu envolvimento com a música tem um outro aspecto também, que é o louvor e a adoração. Como cristãos, a música é um instrumento de aproximação a Deus, que nos leva a uma outra dimensão. É quando dizemos com nosso corpo e nossa alma aquilo que Ele representa pra nós, uma poesia sincera para quem tanto amamos.

Ainda no clima de Natal, resolvi contar pra voces um pouco da nossa rotina. Uma rotina especial, já que envolve música e louvor.

Todo dia quando vou dar banho no pequeno, temos um "ritual", só nosso e de Deus.
Enquanto a banheira vai enchendo com água bem quentinha, sento o Victor no meu colo e escovo os dentinhos dele. Depois tiro a roupinha e dou o banho, que pra ele é terapeutico, tiro e queda pra uma boa noite de sono. E tudo isso embalado pela nossa "canção do banho". Porque todo dia cantamos essa música, enquanto o banho fica pronto. Um momento nosso. Ele já reconhece. Deus também. Já sabemos que é a hora boa de curtir um banhinho cheio de carinho e adorar ao nosso Deus pelo dia que tivemos.

Que tenhamos uma vida assim, cheia de rotinas boas, cheia de música, alegria, louvor, adoração e gratidão. Por dias cheios de vida, de amor, de saúde e de problemas que teremos a chance de resolver.

"Oh Deus te louvo pelo Seu amor,
Tu mudaste o meu interior
E agora eu quero viver
Pra transmitir esse amor que vem de Ti..."

Escuta ela toda aqui embaixo...garanto que vale bem a pena (e o novo arranjo tá lindo!).

Feliz Natal, todo dia!


Bjs,







sábado, 24 de dezembro de 2011

Então é Natal!!



A virgem conceberá e dará à luz um filho, e o seu nome será Emanuel: Deus conosco. [Profeta Isaías, 765 a.C.] 

Desejo a todos que Jesus renasça em nossos corações, trazendo paz e a esperança de um ano novo cheio de boas perspectivas, dádivas e realizações.

Feliz Natal! Com Jesus, a razão desta celebração!

(no link abaixo está nosso cartão de Natal!)


quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

E o Natal está chegando


Uma correria insana. Todo ano a mesma coisa, ne? Além do Natal, maridão faz aniversário no dia 20 de dezembro e "paramos" toda a movimentação/preparação de Natal pra dar atenção a ele, afinal aniversário é só uma vez por ano também, ne?

Nisso, a minha retomada as atividades fica ainda mais intensa, visto que estou aqui tentando escrever algo que faça sentido, as 2:50 da madruga.

Nosso Natal será bem família: Longe dos nossos queridos que estão no Brasil, passaremos a tarde do dia 24 na igreja, onde haverá um culto especial, bem musical pra curtir bastante o aniversário de Jesus.
E no dia 25 também haverá culto, já que este ano o Natal cai num domingão. A noite de Natal sera em casa com meus meninos. Família e Cristo. Faz sentido, ne? Cara de Natal, com um significado mais abrangente que o consumismo nos ensina.


Conseguimos tirar uma fotinho com o tal Santa Claus, o Papai Noel. Mas não dá pra dizer que o Victor adorou, se divertiu..rs Ficou mesmo com uma carinha de assustado, querendo fugir do colo. Mas este Papai Noel valeu muito a pena: O cara deve ser "o próprio" minha gente! Além de muito bonitão, barba original e bochechinha rosa, era de uma simpatia e delicadeza marcante, que dava gosto. E olha que o pobre ta la nessa loja, que montou todo um cenário incrível de Natal, há mais de um mês. Sempre sorrindo e gentil com todos, principalmente com muita paciência e "jogo de cintura" com os menorzinhos. Amei! Ponto pro Papai Noel da Wonderland Bass Pro!

Tenho muitas fotos lindas pra postar, prometo voltar amanhã e ir colocando aos poucos!

Um Feliz Natal a todos. 






terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Happy Birthday, amor das nossas vidas!!!

Click to play this Smilebox greeting
Create your own greeting - Powered by Smilebox
This ecard customized with Smilebox

domingo, 18 de dezembro de 2011

Pra descontrair

A sogra e a mãe: Vovós  do Victor (D. Helena de cabelos castanhos, mama Augusta de cabelos pretos)

Pra descontrair, ainda sobre a questão do "e o Victão, fala ou não fala":

Conversa por telefone da minha sogra com a minha mãe:

sogra: Augusta, você conhece a simpatia de dar agua de chuva pra criança começar a falar?

mãe: Conheço sim, essa é das antigas...

sogra: Será que a Bia fica chateada de eu ensinar, pra ela tentar com o Victor?

mãe: Hum, não sei...ela anda meio sensível com este assunto...

sogra: Ah, Augusta...então minha filha, fala você pra ela. Mãe é melhor que sogra nessas horas...Aposto que ela não vai ficar brava com você...

E minha mãe comentou mesmo, me contando a história desse jeitinho, como quem diz: "Tô falando, mas foi a sogra quem mandou..." hahahaha
Aproveitando a deixa, minha mãe salientou que não é agua de "qualquer" chuva, não. Tem que ser chuva de Janeiro!  


Bom, pelo menos temos um ponto positivo, que é o fato de Janeiro estar logo ai. Por outro lado, não costuma muito chover por estas bandas de cá nessa época. Mas neva.

Será que vale catar um pouco de neve e deixar derreter pro guri beber? Vale, né? Quimicamente falando, é a mesma água só que em outro estado, né não?


Não custa tentar... :)

Beijinhos mãe e beijinhos sogra.


Beijinhos pra todos (e o Natal tá quase ai, hein galera?!)

Bia Mello

sábado, 17 de dezembro de 2011

Fala comigo





"Tô precisando ouvir tua voz falando ao meu coração
 Fala comigo quando estou só
 Ou em meio à multidão

 Preciso te ouvir pra tomar uma decisão
 Não quero agir sem tua direção

 Fala comigo na tua palavra
 Fala comigo através do louvor
 Fala comigo de madrugada
 Me mostra em sonho se preciso for"



  Régis Danese - Fala Comigo Na Tua  Palavra



quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

E o Natal salvou a fonoaudióloga

 
Olha a cara de preocupação do guri: Sem pressa...rs

E eis que a fono chegou hoje, toda animada pra terapia do Victão e depois de 5 minutinhos perguntando como foi nossa viagem ao Brasil, agradecer pelo pequeno souvinier do Rio de Janeiro que lhe trouxemos e dizer da tal correria do Natal e coisa e tal, e então me soltou essa:

 "Nossa, estou desapontada...Achei que o Victor chegaria todo falante do Brasil. Ele continua sem falar muito, então? É isso?"

Oi?
Tive vontade de falar pra ela: "I'm so sorry, but...dá pra sair, entrar de novo e recomeçarmos a sessão?"

Como assim "está decepcionada"? Como assim "achou que ele voltaria todo falante"?

Bom, se ela estivesse mesmo tão animada, não perderia tempo em me jogar este baldão de agua gelada, com uma ligeira cobertura de neve (que aliás não deu ainda as caras por aqui este ano). E se ele tivesse voltado mesmo "tão falante" quanto ela esperava, me diga uma coisa: Ela não estaria aqui pra contar história, né não? Pra quê raios ela viria aqui? Pra conversar com o falante, botar o papo em dia?


Ai, sei la...acho que peguei pesado, mas olha...fiquei "P da minha vidinha". Não curti. Mas vou "sharear" minha indignação.


E a minha raiva foi não ter dito isso tudo pra ela, assim na lata também. A única coisa que saiu, depois do sapo entalado na garganta (o bicho agarrou que quase não descia!), só consegui responder, com uma expressão que nem sei explicar qual é: 
-"Yep!"


Eu sei, ele já fez dois aninhos e está atrasado no quesito fala. Eu sei muito bem, tanto que conversamos com a pediatra e insisti para que o colocássemos no programa com a fonoaudióloga. Sei também que o profissional tem por obrigação e dever dar o diagnóstico e dizer o que pensa a respeito da evolução do tratamento.

Mas convenhamos...é de matar uma mãe do coração, pô! Ja não basta a preocupação e o empenho (e os milhoes de links que procuro- e leio - na net a respeito de atraso na fala, criancas bilingues, etc e tal...) estimulando, ensinando, pentelhando, enchendo o saquinho dele de tanto repetir e repetir e repetir e repetir as palavras?

Além do mais estamos só na quarta visita dela aqui em casa e devemos levar em consideração que ficamos quase dois meses fora e sem a terapia. E que ele vem demonstrando mais interesse, está nitidamente interagindo mais conosco, etc., etc...


Sei la, azedei... Não sou daquelas mães que não gostam de ouvir a respeito das "deficiencias ou defeitos dos filhos". Tá, sou sim. E qual mãe não é?

Mas ele só tem dois aninhos, já estamos com auxilio da fono, o que mais posso fazer? Afogar o guri no tanque, forçar a barra e dizer: "Vai meu filho, trata de falar porque o negócio ta pegando pra vc aqui, viu?!


Ai, ai...sei la...que o Espirito de Natal refrigere a minha alma e me dê um pouco mais de tranquilidade. To irritada, por hora só mesmo um chocolatinho!


Me contem as experiencias de voces nesse tópico tão relevante no desenvolvimento de uma criança, please? To "precisada"...
Algum filhote de vcs demorou a falar? Vcs surtaram? Help!

Bjs,


segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Dor nas costas: Ta dificil, hein Dezembro?


Gripe praticamente curada, nova "temporada" de dores:

Sofri um estiramento do músculo das costas e fiquei novamente de cama, em repouso (quase) absoluto por alguns dias. 

Como aconteceu? De um jeito que toda mãe logo vai reconhecer: Colocando o pequeno pra dormir!
Sim, ele dormiu no trocador, logo após o banho enquanto eu colocava o pijaminha. Pra não acordar a cria (que anda super aceso, briga com o sono toda noite, acha um desperdício de tempo dormir...) fui colocando-o lentamente no berço. Vamos la: Passa uma perninha, outra perninha, segura firme a cabeça, nao deixa a chupeta cair, encosta devagar no travesseiro e um "creck". Sim, parece até que fez um barulho, tamanha dor que senti, uma fisgada no começo da coluna. 

Pensei: "Ai, a idade chegando...beleza, daqui pra frente vou prestar atenção na postura e tudo ficará bem novamente."

Paz. Criança dormindo, mamãe aqui tenta voltar ao ponto zero, posição inicial. Não dá. Dor. Penso: "Imagina...deu um estalozinho só...bóra coluna, volta aí minha querida..." Nada. Mais Dor. E penso: "Ok, vou voltar de uma vez só...quer ver, vai dar certo!". Não deu. Mais dor. Penso em chamar o maridão pra ajudar, mas se eu gritar, acordo a criança. Ai, meu Deus e agora? Fui voltando devagarinho...quase chorando de dor, pensando: "Que saco, logo agora que o guri dormiu cedo, tranquilamente e eu ia postar no blog..."

O resultado na manhã seguinte foi uma consulta de emergência no consultório médico. Diagnosticou um estiramento do músculo e me deu pelo menos tres premédios: Um anti-inflamatório, um relaxante muscular e um pra diminuir a dor.
E la vem o pior: "Mantenha repouso senão pode inflamar a musculatura toda das costas e voce terá que fazer varias sessões de fisioterapia." 
Aí, danou-se! Essa recomendação doeu mais que o pobre musculo. ODEIO ficar parada. A palavra repouso pra mim significa castigo. Saco. Faltam duas semanas pro Natal...tenho tanta coisa pra fazer.

Nao teve jeito, fiquei de molho mas já tô me sentindo bem melhor. Agora, repouso, repouso repousado nao deu muito não. Quem consegue com um neguinho de dois anos subindo pelas paredes da casa? Ahn, ahn?

A medica disse que este tipo de "acidente" é típico de mãe. Que ela mesma já se machucou assim umas duas ou tres vezes. E fez aquela cara de "tu é besta, viu? Bota o garotão pra dormir sozinho, tranca a porta deixa ele lá se virando...imagina, colocar no colo...hunpf..."


Mas, como eu sou uma mãe grudentinha e de coração mole (e que pra fala bem a verdade adora quando o pequeno fica aconchegado no colinho da mamãe), o jeito agora é manter a coluna reta e a cabeça fria. 

E que venha logo Janeiro, please? :)


Beijinhos dopadinhos de remédios,
Bia Mello

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

A gripe e o Festival de Natal


A pergunta que não sai da minha cabeça esta semana: Pra quê tomar vacina contra gripe se a gente acaba pegando a "bendita" de qualquer maneira?

A médica me explicando: "You got a could, "Beetrix" (é assim que soa meu nome por aqui), not a Flu."  Whatever.
Se isso é gripe, resfriado ou virose a verdade é que eu tô pouco ligando pro nome...só sei que é poderoso o negócio, virozinho safado de primeiro mundo que deixa a gente de cama por mais de uma semana. Tô cansada, xô could, flu ou seja lá o que vc é!

Detesto filho doente, detesto marido doente (o meu dá mais trabalho que filho) e pra finalizar, detesto ficar presa em casa. Mas quem é que tem forças pra sair assim?

Hoje arrumei forças não sei bem da onde e botei a cara na rua. Aproveitei que maridão e filho estão bem melhores e fui pro Festival de Natal aqui na cidade. Voltei podre, muito pior do que já estava. Já tô até ouvindo umas vozes me dizendo: "Ta vendo, não sei o que foi procurar na rua, invés de ficar em casa se resguardando..." 

O fato é que, quem me conhece, sabe que eu ficar trancada em casa por uns cinco dias já faz minha condição "física-emocional-pisíquica" piorar muuuuuito.  E depois, com a proximidade do Inverno preciso aproveitar os ultimos dias de sol e calor (ta, que aqui 15 graus em Novembro é quente pácas!) e não ficar chocando os ovinhos dentro do apê.

Muito bem, a festa tava ótima. O Festival de Natal acontece anualmente no centro da cidade que moramos e todo o comércio é envolvido, proporcionando entretenimento e diversão pros visitantes. Foi bem legal, visitamos o Corpo de Bombeiros e as crianças puderam entrar nos caminhões e explorar tudo por dentro. Demais. Fomos também à Escola de Arte, ganhamos brinde na roleta, conhecemos a nova loja de cupcakes(delicious!) e fomos visitar o "primeiro" Papai Noel do ano.

Ok, foto com Papai Noel - Primeira tentativa de 2011: Failed! :(
Também, um Papai Noel feio de doer, parecia mais um boneco empalhado...rs Edu e eu ficamos rindo do coitado na fila pra foto, falando bem mal dele (em portugues, claro). E depois na hora da foto, ainda queria que o guri sorrisse? Nada, o Victor detestou. Mas tiramos a foto assim mesmo.

A foto legalzinha ficou pro Scooby Doo, que o pequeno adorou, chamou de "au-au" e passou até a mãozinha nele enquanto era fotografado. Fofo.


Terminamos no restaurante mexicano, onde eu procurava muito mais um abrigo quente do que tortilhas. Mas valeu a pena. Dezembro chegou e estamos "super excited" pelo mês festivo que nos aguarda!

Beijinhos a todos...(atchin, saúde!)

No Corpo de Bombeiros com o papai

Help! Me tirem daqui!!!

O Scooby Doo sim é legal!

No restaurante mexicano, posando com a mamãe (e fechando os olhos na hora do flash!)




domingo, 27 de novembro de 2011

Um coracao grato


Thanksgiving é uma data celebrada nos USA, um dia para agradecer a Deus pelas bençãos.

Adoro este feriado. Não pelo dia de descanso em si, mas efetivamente pelo motivo: Nada como um dia dedicado a gratidão para nos fazer refletir a respeito daquilo que fomos abençoados ao longo do ano.
Posso dizer que muitos são os motivos do meu agradecimento este ano:

A vida do meu filho Victor, que cresce saudavel e lindo, cada dia mais. A vida da minha mãezinha amada, que passou por duas cirurgias este ano e continua firme, forte e animada como sempre. A vida do meu marido lindo, que é tão carinhoso, dedicado e amoroso. 

Pela vida dos meus sobrinhos queridos, meus irmãos, cunhadas, sogra, família. Sim, porque a familia é o nosso grande presente. Mesmo com todos os problemas, brigas e até desavenças... Família é sempre família e eu amo a minha demais. Tenho que agradecer muito a Deus e a cada um deles pelo período maravilhoso que tivemos no Brasil, em 1 mes e meio de muito carinho e emoção.
E tantas outras coisas: Minha saúde, meu lar, igreja, amigos, sonhos, lutas, conquistas, realizações.

Meu agradecimento ao Senhor, que é meu tudo, minha base, meu amado, meu Salvador, meu amigo íntimo, que apesar de mim ainda me ama. Obrigada, Deus por Teu fiho na cruz, pela dor e humilhação por meus pecados. Obrigada. Não tenho palavras pra te agradecer.

Grata tambem pela tua companhia, pela amizade virtual e pelo carinho de todos que acompanham e participam um pouco da minha vida através da blogosfera. Obrigada!

Dois louvores pra ilustrar minha gratidão:

Os links abaixo, do Matt Redman - I Will Offer Up My Life, em ingles (obvio! rs) e o outro, em portugues do Diante do Trono, Te agradeço.







sábado, 26 de novembro de 2011

Oi amores, estamos de volta!


Gentemmmmmmm querida do meu coração!!!
Este blog ta pra lá de empoeirado, Jesus!

Desculpem o sumiço, mas estivemos "off", de férias por alguns meses, desfrutando do colo, amor e carinho da nossa familia e amigos, la no Brasil! Tudo de bom!

Mas agora estamos de volta e preciso colocar as coisas em dia: A arrumação das malas, preparar a casa pro Natal (gente, o Thanksgiving foi ontem...putz!), e voltar a postar e comentar no blog das amigas queridas.

Tenho algumas novidades, milhões de fotos pra postar, então vou contando aos pouquinhos, ta bom?

A todos que lêem este meu singelo espaço, muito obrigada pelo carinho e por não desistirem de nós! :)

Estamos felizes e com saudades de todos!

Um super beijo, vamos nos falando...

Bia&Vitor Mello

Victor, ajudando a mamãe escrever no blog... :)

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

E o Outono chegou...

 
(outono em Maine - 2008)

O Outono chegou.

E com ele a vontade de renovar-se. 

Deixe que as folhas antigas caiam, despetale-se, livre-se daquilo que está morto e que já não te faz bem. 

Deixe que suas amargaruras caiam por terra, como folha velha. Mas permita que sirvam de fortalecimento para suas raízes e que te façam fortes para os novos períodos de vida.

Esperança, perspectiva, sonhos.
Fé.
É só disso que precisamos. Pra garantir mais um dia de jornada, pra continuar esse doce e irresistivel veneno que é viver.

Que o Outono nos mostre mais que um Inverno adiante. Que brilhe através das suas maravilhosas cores, nos faça sorrir com seu cheiro de terra depois da chuva. Que nos faça valorizar a rotina, o dia a dia, a saúde, os amigos, a família, os desejos, a crença, a vontade de prosseguir.

E que nos faça mais fortes, mais determinados, mais certos de que a felicidade vive abastecida pelo contentamento. E que só depende de nós a opção por sermos livres e felizes.

Beijinhos,

Bia Mello
Massachusetts, Outono 2011


Pra matar as saudades do Outono em que eu estava grávida do meu Victor...










quinta-feira, 22 de setembro de 2011

A Farofa e a Ball


Victor anda numa fase interessante. Ta mudando de hábitos, tem demonstrado independência em varias àreas e progresso em outras.

Estamos fazendo terapia com a fono para o desenvolvimento da fala, já que o rapaz é preguiçosinho e se recusa a falar apesar dos meus esforços (e surtos!).

A coisa boa é que ele foi bem com a cara da orientadora e fica super feliz quando ela chega aqui em casa , uma vez por semana e passa cerca de 1 hora e meia brincando e estimulando o pequeno com joguinhos, quebra-cabeças, historinhas. Ela tem ensinado a ele  a linguagem de sinais, para que o ajude na comunicação conosco e antecipe a verbalização.

Acredito que já tenha dado resultado: Ele aprendeu algumas palavrinhas novas, embora a palavra da semana seja "bola".

Só que o mais engraçado é que o rapaz resolveu que o inglês é a lingua que ele quer falar. Pode? Oh, Deus...to sofrendo. Embora em casa a gente só converse com ele em portugues, ele acaba ouvindo o inglês em todo lugar. E tem a TV, as aulas de musicalização, o grupo de maes, enfim...inglês pra todo lado, nao tem como escapar, ne? 

E a tal da bola, não é bola minha gente... É "ball"! E ele repete "a ball" um milhão de vezes por dia. É muito bonitinho, uma vozinha tão fofa! :)

A outra coisa engraçada é que resolveu comer de tudo, sozinho. E que sujeira. E moramos num apartamento com carpete. Haja aspirador de pó. E paciência. Mas é preciso estimular, para que ele aprenda, então e daí que a mãe ta com as costas em polvorosa de tanto limpar bagunça? Bobagem...rs

Resolveu escolher o que come. Olha no prato, seleciona, afasta com os dedinhos todos os pedacinhos de coisas saudaveis que encontra. Da tchauzinho pra cenoura, pra ervilha. Aceita o brócolis, o espinafre e as vezes a abóbora. As vezes. Mas gosta de abobrinha. E tem semanas que só come frango e batata frita (que faço assada no forno, pra evitar gordura).

Agora, esses dias ele descobriu mesmo foi o sabor brasileiríssimo da farofa. E dá-lhe comer farofa. Boto o arroz, feijãozinho fresco, carninha e por cima a farofa. E ele topa bem. Mostra o pote da farofa, fala "dá" quando acaba, aponta e chama com o dedinho, explicando que quer mais farofinha

Hoje ele comeu bem e quando começou a recusar as colheradas de comida, botou as mãos dentro do prato e resolveu curtir a farofa na maior paz, saboreando, como quem está comendo um manjar dos deuses.


Ta aí, mais um farofeiro oficial na familia! 

E no vídeo abaixo voces conferem a farra da farofa e a falação da tal da "ball" que ele via no desenho enquanto saboreava com a ponta dos dedinhos. E a foto acima foi como a festa da farofa acabou: No banho! Porque não consegui, de jeito nenhum, arrancar a farofa do cabelo, de dentro do ouvido, da barriga, da fralda...

Beijinhos,

Bia Mello, mamãe do Victor


 

terça-feira, 20 de setembro de 2011

He loves us



Impressionante como um louvor pode mexer no fundo do nosso coração e nos trazer de volta a vontade de nos colocar aos pés desse Pai de amor, que é adorável, lindo, apaixonante, incrível, maravilhoso, poderoso e acima de tudo cheio, cheio de amor.

Viva esta experiencia, vale a pena. Vale mesmo.


He is jealous for me
Love's like a hurricane, I am a tree
Bending beneath the weight of His wind and mercy
When all of a sudden, I am unaware of these afflictions eclipsed by glory
and I realize just how beautiful You are and how great your affections are for me.
Oh, how He loves us so
Oh, how He loves us
How He loves us so.

Yeah, He loves us
Woah, how He loves us
Woah, how He loves us
Woah, how He loves.

So we are His portion and He is our prize,
Drawn to redemption by the grace in His eyes
If grace is an ocean we're all sinking
So heaven meets earth like a sloppy wet kiss and my heart turns violently inside of my chest
I don't have time to maintain these regrets when I think about the way

That he loves us,
Woah, how He loves us
Woah, how He loves us
Woah, how He loves
(Jesus Culture - How He loves us)


sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Escalando o berço


Sim, exatamente isso que está acontecendo.

Meu pequeno aprendeu a subir sozinho no berço.
E olha que os berços daqui são imensos, do tipo que vai desmontando segundo cada fase, virando caminha para criança e depois uma cama maior, tamanho de solteiro mesmo.

Hoje enquanto brincava e desenhava no quarto, ele teve a idéia. E no primeiro minuto que parei de ouvir o barulhinho dele dançando, corri até o quarto porque sei bem que silêncio representa arte!

Daí que quase enfartei quando o vi dentro do berço, com a maior cara de vencedor. Quando me viu, ainda levantou a mãozinha pra me dar um "high five", que é um tipo "toca aqui, mãe", que fazemos toda vez que ele faz alguma coisa legal.

Mas não achei legal, fiquei prostrada. Primeiro porque acho super perigoso ele cair de la durante o empenho de subir no banquinho, depois na mesinha de desenho e dela atravessar a perninha pra entrar no berço. 

Segundo que me dá até um frio na barriga de pensar que primeiro ele tentou (e conseguiu) entrar...logo, ele vai tentar sair...ai, Jesus. 

E terceiro, pensei: Hora de desmontar a parte da frente do berço e transformá-lo em caminha. Ele tá cresecendo, é fato. Conforme-se.


Mas...ja? Ja? Ja? Alguem me explica por quê nossos bebês crescem assim, tão rápido? Que aperto no coração que dá... :)
 
"Papai, pega as ferramentas ai e vamos transformar o berço em caminha!!!"


Querem ver a façanha? Olha ai no vídeo que gravei agora a tarde.

Beijinhos e otimo final de semana a todos! Be safe! :)